domingo, 30 de maio de 2010

O CIRCO DOS HORRORES

Os 15 minutos iniciais foram de absoluta estranheza: o jogo do time fluia, belo, objetivo. Pet fazia a bola correr com maestria, Leo Moura de um lado, Juan do outro aprofundavam o jogo. A cada 5 minutos poderia ter saído um gol, mas ficou no 1 a 0. Os gaúchos aumentaram a marcação no Pet, que teve de gastar as últimas energias para fugir ao corpo a corpo. Sem a desenvoltura do sérvio, o time novamente ficou na dependência da armação dos laterais, já que as outras peças de meiocampo foram uma nulidade. Camacho fez uma partida lastimável; Maldonado não passou da linha divisória e ali atrás limitou-se a fazer a cobertura do Juan. No ataque Love e Pacheco disputavam uma peleja particular: quem jogava pior. Pacheco consegue correr muito e tornar o jogo lento (o avesso do Pet, que corre pouco e, com seus passes longos e precisos, dá velocidade ao jogo), Love perde toda a jogada de que participa (a quantidade de gols perdidos já ultrapassou o razoável). Mas o pior não foi o Pacheco, nem o Love: acabaram entrando Ramón e Gil - em poucos minutos os dois roubaram-lhes a contenda. Depois daqueles surpreendentes 15 minutos iniciais, não houve futebol. O circo dos horrores foi armado e iniciou-se um desfile de anomalias. Em campo só não tinha o palhaço porque o palhaço era eu. Ficar assistindo àquela porcaria e, pior, tentando torcer pelo que passava por Flamengo. Ainda bem que amanhã tem basquete na Arena da Barra e semana que vem os playoffs decisivos da NBA. Futebol, agora, só depois da Copa.

Um comentário:

Escrever Pra M'Entender ... disse...

É estranho! Enquanto a maioria dos times que saem com um campeonato nacional tentam manter seu rendimento,melhorar, o Flamengo decaiu!

Perder o campeonato estadual que deveria mesmo ser um treino pro brasileirão e em seguida ser eliminado na liberta ( eliminado em casa,diga-se de passagem, no primeiro jogo!) não demonstra em nenhum momento que o ano passado foi o ano da redenção, não pareceu ainda o FLAMENGO, TODO PODEROSO!

Me assusta ver o Flamengo assim e as pessoas dizendo pra ter calma, que o time vai pegar no tranco.

Sinceramente, Gil? Denis Marques? Imagine então quando este se enlamar todo de vez...

Eu só quero o meu mengão na posição de grande, que é onde ele deve sempre ficar. Mas não com esse futebol vergonhoso...

FLAMENGO É RELIGIÃO!