segunda-feira, 17 de novembro de 2008

I N C E N D I O U

Uma partida de levantar poeira. Uma goleada com, pelo menos, três golaços de dar soco no ar. Fazer 3 gols em qualquer jogo já é por si suficiente destaque; fazer 3 gols contra um adversário da dimensão do Palmeiras é desde já um fato histórico. Ibson fez uma partida irrepreensível. Houve outros gigantes, como o capitão, por exemplo. Fábio Luciano foi fantástico e decisivo. Mas ninguém, nin-guém jogou mais do que o Kléberson. Uma partida de almanaque, daquelas de figurar em antologia: no dia tal, um domingo tal, Kléberson só não fez chover porque já se acostumou ao modo carioca e sabe que dias de chuva devem ser evitados. Eu teria um desgosto profundo se faltasse o gol do Kléberson no fim.

3 comentários:

Mengão Guerreiro disse...

Foi uma tarde histórica mesmo. Até o Caio teve seu nome gritado pela torcida. Essa torcida é demais e quando os jogadores entendem o que nós queremos, fica difícil bater o Mengão.
SRN

Biblet disse...

Kleberson e Fo. ..

ivo disse...

Uma vitória que credencia o título.