segunda-feira, 22 de setembro de 2008

TRÊS PONTINHOS


Parte da torcida, éramos 25 mil, vaiou o time ao fim do jogo. Também vaiei. Boa parte pediu mais empenho. Não pedi. Houve empenho, houve muita luta. Reduzir futebol à luta é coisa de quem luta para não cair. Quem quer ser campeão tem de jogar bola. Há dois jogos que o Flamengo não joga absolutamente coisa alguma. No entanto, empenho há. Alguns estão nitidamente fora de forma, se não física, mas técnica. Outros achando que jogam muito mais do que verdadeiramente jogam. Quem vai chamar à razão? O técnico não parece dar conta do que se há de riscar. O clube ainda é presidencialista? Será o Fábio Luciano quem deve traçar a cao um Ipiranga no meio do castigado gramado da Gávea e de uma das margens erguer o brado retumbante? É chegar junto, voz firme, palavra decidida. Saber o que há e cobrar providências. A menos que seja tudo um acordo para encaixar jogadores e vendê-los logo adiante, ali na esquina.

4 comentários:

fred disse...

O jogo foi medonho. Ao menos isso vai favorecer a ninguém entrar de salto alto contra o Sport.

André Monnerat disse...

Bom, melhor ganhar jogando mal do que empatar ou perder. A vitória era obrigatória.

Agora, todo mundo tá concordando que tem que melhorar muito pra continuar brigando lá em cima. Ontem foi triste.

E concordo que não faltou vontade. Também não sou daqueles que sai gritando "queremos raça" sempre que o time joga mal. Futebol não é só isso.

Leandro disse...

Concordo .Tem que haver explicaçoes quanto esta equipe .
Uma dica pro Caio , coloca o Sambueza e o Èrick na meia cancha pra começar o entrosamento pro ano que vem . Sacô ? Entendeu ? Claro né ?

Jean disse...

O Juan depois q voltou da seleção... o Gerson tem razão... o Juan ouviu muita asneira durante a semana lá.
O Ibson é uma incógnita. Jogou muito contra o Figueirense, mas depois, nada...
Espero q o time melhore muito pra sábado!