segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Caixinha de surpresa

O rapaz do primeiro comentário tem toda razão , concordo plenamente e digo que pessoas que jogam o futebolzinho do Ibson só têm vez no desorganizado e fraco futebol brasileiro. Tá certo que carecemos de talentos e os muito bons jogadores hoje em dia são raros. Agora, aturar alguns jogadores, este o ponto onde que quero chegar, só criticando alguns dirigentes que ficam passando a mão na cabeça de alguns e pouco importa o fato de merecerem ou não, se levarmos em conta o futebol que jogam. Se por acaso for uma bola redondinha, joga no meu time, caso contrário, caros dirigentes, que podemos até comparar a uma mãe, não façam isso, ainda mais se não têm o privilégio do saber coisa alguma de futebol.
Indignado, peço não contratem, não coloquem no clube esse tipo de jogador, se trouxerem em possível e cara transferência, que seja craque de fato. Já que a realidade do Flamengo é outra, como a dos demais clubes do Brasil, o negócio é dar valor à prata da casa. Que ``Caio Jr´´ saiba lançar esses jovens, principalmente se tiver à mão uma jovem promessa como Érick Flores. Em jogos alternamos momentos bons e ruins, se é que me entendem.
Existem vários jogadores do tipo do Ibson, peguei como exemplo por ser um jogador que não aguento mais vê-lo atuando no meu time, time que me deu e me dá muitas alegrias e já encheu meu coração de emoção, emoção genuína, desde os 10 anos acompanho o Flamengo e foi quando começava a entender de futebol, algum nível de entendimento. O pior de tudo não é a escassez de bons jogadores, ainda pior é vermos os chamados falsos craques atuando e não se perceber o quanto são pseudos. Caros amigos da imprensa, levem a sério sua incumbência, não tenham dó de jogadores assim, jogar mal é jogar mal, até porque se um atacante do Flamengo fizer 3 gols em um só jogo, o fato pode ser normalmente tratado como sendo de oportunidade e não necessariamente coisa de craque extraordinário, às vezes devemos tratar isso com a maior naturalidade, a naturalidade do jogo e não exceção do fora de série. Chamar pelo nome, não chamar de craque nem exagerar com apelidos, o novo fenômeno, o novo imperador, isto atrapalha e confunde, até porque poucos entram em campo pra vencer mas para não perder, todos têm muita vontade mas só com a vontade não se ganha campeonato, é preciso mais, é preciso talento.
É justamente o lado negativo, na minha concepção, esse modo de ver o futebol. O elogio fácil à parte defensiva, fácil devido a melhora relevante do condicionamento físico, resultado da preparação física científica e do avanço da medicina esportiva. Criar se tornou para poucos, pouquíssimos. E principalmente no campeonato brasileiro só vemos a forte marcação de todos os times, sendo então este o ponto de destaque. Único. Uma pena.
Leandr0Falca0

9 comentários:

urubu nervoso disse...

Concordo em gênero, número e grau.

william disse...

Em geral concordo com tudo q foi dito.

Saudação rubro-negra

carlos jorge disse...

Leandro diagnosticou legal: o futebol q se joga no Brasil é só defensivo, o ataque é uma consequencia dos erros, o ataque virou erro e não criatividade. Boa, Leandro!!!!!

edu disse...

Os falsos craques. O jogador apenas mediano q no Brasil assume o status de craque. É isso aí. Abraço rubro negro.

ivo disse...

A paixão do torcedor é o único fator que se mantém intacto em meio a decadência do futebol, que parece irreversível. Fazem tudo para acabar com ela, mas a incompetência é tão grande que acabam não conseguindo. Essa gente é religiosa e seu Deus é o dinheiro. A bola é a hóstia de onde vão buscar o milagre da multiplicação do euro.

Abraço, Leandro.

fred disse...

Brasil, pátria dos craques amarelões. A amarelinha cai muito bem em craque amarelão. Né, Diego? Qualquer hora o Dunga convoca o Ibson. Amarelinha no amarelão!

Léo disse...

O Ibson não esta jogando nada mesmo, ele esta em campo gaNHADO jogando q é bom é nada.

marcantonio disse...

É isso mesmo. Oportunistas não têm time. O Eurico, por exemplo, agora é Bangu desde criancinha.

Saudação rubro-negra.

q torcida é essa disse...

concordo cm vc q pior do q jogadores fracotes eh essa mania de chamar de craque qq jogadorzinho q faz uma presepada num jogo...