sexta-feira, 9 de maio de 2008

Ridículo

Longe de ser o grande Flamengo que consagrou o técnico Joel Santana desde meado do ano passado, sinceramente não imaginava tal vergonha ser possível diante da imensa torcida. Foi ridículo e certamente devido à festa organizada pelo presidente e seu vice para homenagear a passagem do Joel pelo Flamengo e a inevitável saída, que devia ter sido feita antes, no domingo de campeão. Futebol é coisa séria, em nenhum momento o Flamengo falou no adversário, ou sobre a dificuldade do jogo, só se comentava sobre a suposta festa e o grande espetáculo. O verdadeiro show ficou por conta, como sempre no futebol, de características como garra, técnica, inteligência, experiência, confiança, luta, otimismo que vem da luta e principalmente trabalho em equipe. Falo sobretudo do atacante peruano Cabañas, que em uma ocasião havia sido oferecido ao clube rubro negro e talvez não contratado pela ausência de bons olheiros ou de fato pessoas que conheçam realmente o futebol. Eu particularmente me considero com bom olho de examinador, o talento me encanta, o olho que o descobre se adquire jogando bola e por outros fatores que também ajudam bastante, como por exemplo ter amigos de verdade, professores de verdade. Vale a pena lembrar o que o respeitado técnico do São Paulo falou em sua coletiva: "tem dias que a bola trái", uma afirmaçao verdadeira e ela trái principalmente quem não tem intimidade alguma com ela, ou quando o foco não é exatamente ela.

16 comentários:

Leandro falcao disse...

O importante agora para mim é a valorizaçao do elenco . E possuimos jogadores com muitas qualidades como o lateral Juan , Toró e o atacante Diego Tardelli

carlos jorge disse...

Pode juntar ao grupo o capitão Fabio Luciano, o goleirão Bruno e favor agregar imediatamente ao grupo o Jonatas q é o meio campo de maior talento do elenco. E Obina para continuar entrando no segundo tempo

Anônimo disse...

Gostei da tua análise, agora eu acho q não se pode jogar fora o q tem de bom, tem q separar o q estava bom do q não é bom. Falta pouca coisa pra ser um time de verdade. Abraço e viva o Mengão sempre!

alex disse...

Ali em cima saiu anonimo mas sou eu, Alex.

leonardo kope disse...

o time do FLAMENGO NAUM É RUIM NAUM, MAS NO JOGO DE 4[ FEIRA O TIME NAUM JOGO NADA, SÓ ESTAVA PENSANDO EM FESTA PARA A DESPEDIDA DE JOEL.
AGORA TOMA

SAIU DA LIBERTADORES
E AGORA?
DEIXA PRA LAH

QUE VENHA O BRASILEIRÃO
...

edu disse...

Mto bom o texto.

Temos q recomeçar e partir de novo pras cabeças.

Mengo!!!!!!!!!

urubu voador disse...

Vomos Flamengo
Vomos flamengo

REAGE

VIVA O MENGÃO!

Sergio disse...

Espero que isso sirva de exemplo.

Elaine disse...

Minha teoria de torcedora feminina que não entende NADA de futebol, é que isso foi praga do Técnico novo...
Ele não queria ssumir a responsabilidade da derrota posterior!!

Sou mulher... falo por intuição!
ahahahahahahahahahahahah

Elaine disse...

*assumir

puro sangue rubro negro disse...

Levantou poeira e agora é dar a volta por cima.

Uma vez Flamengo sempre Flamengo!

luiz cláudio disse...

vc foi perfeito e o murici tem razao: tem dias q a bola trai mesmo, os caras deram 3 chutes e todos na caçapa.

o pior de tudo é q esse time ia longe, ia pq agora vai começar do zero de novo.

mas tamos ae, sempre mengao

Rafaela disse...

O flamengo está fora da libertadores?

azar da libertadores!

Leandro falcao disse...

Eu vejo o nosso lateral esquerdo o Juan e outros como Kleberson e o Leo Moura com jogadores que possuem habilidade e tecnica . E como o futebol é um conjunto .Todos devem ser do mesmo nivel tecnico pelo menos pra fluir ,pois a bola passa pelo pé de todos nao é ?

ivo disse...

Se ninguém ainda usou a palavra-chave, então digo eu: vaidade.

urubu malandro disse...

E o Murici disse mais, e disse certo: a bola castiga. E castigou geral, arquibancada, camarote...