terça-feira, 8 de abril de 2008

SAUDADE DOS GRANDIOSOS

O futebol move uma legião de apaixonados torcedores, paixão q nasce conosco como herança de nossos pais, nossos avós. Devemos jogar com alegria e elegância este q é o esporte mais querido entre nosso povo, que vive, respira bola na rede. Um jogador em especial soube fazê-lo como ninguém e acaba de aposentar-se: Romário. Existe um jovem talento atualmente no Milan que joga um futebol vistoso e traz à memória toques semelhantes aos de antigos craques. Aqui no Brasil, as equipes de tradição estão carentes de grandes talentos. Até já cheguei a pensar q não veria mais jogadores de alto nível em times q se tornassem envolventes, como o Palmeiras de 1996, campeão paulista comandado por Rivaldo, o eterno maestro. Ou o time do Vasco campeão da Libertadores, time de Mauro Galvão e Juninho Pernambucano. Times envolventes com talentos individuais no auge de suas carreiras. Não vi o Flamengo de Zico, Junior, Leandro, Adílio, Andrade, dele só sei por relatos emocionados de meu pai, meu avô. Atualmente no meu time, vejo qualidades de grande jogador em alguns nomes, como o de Fábio Luciano, q ao entrar em campo contagia com sua confiança e vibração tanto a torcida quanto seus companheiros em campo, seu real espírito de liderança agiganta seu futebol em verdade modesto. Ou ainda a segurança que o Bruno nos passa, ou a capacidade ofensiva do Juan. Mas é pouco para um grande time de verdade.
LeandrO FalcaO

9 comentários:

urubu malandro disse...

Concordo, Leandro, q ainda não é um grande time de verdadade. Mas há qualidade. Vamos ver a defesa: Fábio Luciano é, de fato, nosso grande capitão; Bruno, a muralha; Juan, o desafogo ofensivo pela esquerda. Mas o Angelim, mesmo não sendo um craque, é um zagueiro seguro, q compensa a baixa estatura com um grande sentido de colocação e ótima impulsão, além de saber sair jogando melhor q muitos do meio-campo. E o Leonardo Moura é um bom armador de jogada pela direita, do nível de Conca, ou Lúcio Flávio, com uma vantagem q é chegar com mais facilidade à linha de fundo.

urubu malandro, parte II disse...

O problema do meio campo é, na verdade, um problema do Joel: o Joel não sabe ainda qual meio campo escalar, se uma armação eminentemente defensiva, com um meia q vira zagueiro, ou uma armação de mais qualidade de passe. Na verdade, o Joel prefere um time brigador, de luta, q se fecha atrás e fica à espera da falha do adversário. Foiassim q o Flamengo conseguiu a classificação gloriosa para essa Libertadores.

urubu malandro, III - a missão disse...

O meio campo q eu gostaria de ver tem o Jônatas, que é o jogador melhor passe do elenco e o Renato Augusto vindo de trás, a fim de aproveitar sua força ofensiva, seu arranque à la Kaká. E parece q tanto um qto outro são cartas fora do baralho do Joel (o Renato Augusto nessa posição o Joel não tem escalado, já q prefere jogadores de maior combatividade e força defensiva).

urubu voador disse...

é o Fábio Luciano, esta jogando muito mesmo.
tem muitos q jogam, mas o Fábio Luciano é o mais q esta dando motivação ao time Rubro Negro...


Viva o Mengão

urubu voador disse...

os Melhores do Mengão:
Bruno
Juan
Léo Moura
Fabio Luciano
Diego Tardelli
Maxi
tem muitosss

é vo parando aki mesmo

fui

urubu voador disse...

o time do mengao amanha tem q ser:
Bruno
Léo Moura
Juan
Fabio Luciano
Ronaldo Angelin
Christian
ibson
jonatas
Kleberson
Maxi
Diego Tardeli

Mengão

Edu disse...

Muito boa a análise. Parabéns!

puro sangue rubro negro disse...

Vlw... Boa sorte com o blog... Tá 10... Mengão na cabeça...

PRISCILA disse...

RAÇA AMOR E PAIXÃO
OH MEU MENGO

boa sorte pra vcs no blog e boa sorte pro Mengão na Libertadores da América

UUURRUUUUU!!!!!!